quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Esperança para os coxinhas: PSDB vai pedir perdão

O que eu sempre desconfiei está prestes a acontecer: na tentativa de se recuperar e voltar ao poder, já que é o partido alugado pelas grades corporações estrangeiras, o PSDB vai lançar uma campanha de recuperação de sua imagem com direito a um pedido de perdão pelo envolvimento em escândalos políticos.

Claro que é um perdão meio cara-de-pau pois todo mundo sabe que o PSDB é totalmente corrompido (não escapa um, segundo Jucá) e que o esquema do Aécio todo mundo já conhece, incluindo os "ingênuos" Armínio Fraga e Luciano Huck, que fingiram ser traídos pelo partido.

Mas como não há uma campanha de ódio contra o PSDB, vai ser fácil convencer a população mal informada (incluindo muitos diplomados, de nível superior e pós-superior, que estudam apenas para se dar bem no mercado de trabalho) de que os tucanos "são gente honesta que entrou no esquema por ingenuidade", prometendo se recuperar e retomar o suposto estadismo que alegam ter vocação.

Enquanto isso, o PT segue levando murro na cara e insistindo em se manter de pé sangrando e cambaleando, ao invés de dar um pequeno sumiço para voltar fortalecido e combater o direitismo que destrói o país. 

Lula crescendo nas pesquisas não significa nada fora das teorias, pois o crescimento se dá apenas entre as pessoas que foram pesquisadas, que não são todos os brasileiros. Não é impossível Lula perder de forma humilhante nas eleições de 2018 e entregar o poder a um ganancioso capitalista que arruinará ainda mais o país e eliminar de vez os direitos dos brasileiros.

Porque se o PSDB recuperar a sua imagem, vai voltar ao poder e continuar as "reformas" que irão transformar o Brasil numa imensa África, com direito a extrema miséria e ao apartheid que separará pobres e abastados que declararão entre si a enrustida guerra civil que já transforma cidadãos em belicosos inimigos uns dos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.